20 de junho de 2011

Percy Jackson, Memórias da grande missão, Capítulo7

A verdade
(Narrado por Clarisse)
Ah, oi.Sou Clarisse do chalé de Ares. Vou contar a vocês o que aconteceu a partir dali.
-Ah seu filho de Apolo! Nunca podemos confiar nos de Afrodite, mas agora de Apolo?-Falei com minha voz mais grossa, o fazendo recuar.Mas como estava possuido por Hélio, me ferrei. Começou a soltar faíscas de fogo, acertando a mim , a Percy e a Heliás. Não acredito que ele traiu a todos nós, eu nem mesmo gostava dele.
-Ei para!- gritou Percy, jorrando água em Adam. Gostei de ver Adam enxarcado, mas não gostava de Percy, uhh que nojo. [PERCY SE VOCÊ fizer isso mais uma vez eu te mato,Ah é eu não posso] Percy é chato toda hora, e quando está com Annabeth ele é meloso. Eu até gosto de Annabeth, mas ela é muito 'sabidinha'. Bem , na hora que Adam ficou enxarcado, secou na hora. Claro o calor. Mas eu estava gravemente queimada. Lindo, peguei um pouco de nectar e ambroisa, e bebi um pouco. Já estava melhor. Levantei e fui atrás daquele monstro semideus. Peguei minha grande espada e começei a atacar pelas costas, mas ele pensou rápido, tacou seu punho fluminate contra mim.Me salvei daquele golpe com minha própria espada que derreteu parecendo gelo. Por quê? Por que justo minha espada?!
Fiquei chateada lógico, mas como um filho de Ares deve ser forte, continuei a bater em Adam. Mas como não funcionou, me queimei. Peguei mais nectar e Ambroisa, só que até ai... Adam já tinha ido embora.
Mas aonde estava Percy? Ah, é claro que eu adorei que ele sumiu e tals... mas Annabeth estava louca.
De não sei onde, saiu Percy correndo em nossa direção.
-Perceu Jackson, onde você estava?- Gritou Annabeth com fúria
-Adam ia me levar, só que consegui me soltar.- Falou Percy com uma lágrima no rosto
-Mas então o que aconteceu?-Falou Nico, nossa até tinha me esquecido dele!
-Ele,ele matou minha mãe.-falou Percy soluçando e se encolhendo na parede.
-Percy!- mas antes que Annabeth pudesse ir até ele, Percy convocou muita água , o bastante para que pudesse fazer uma muralha em volta dele. Anne ficou com uma cara de, de emburrada, e foi sentar no banco que estava na frente da loja.

CONTINUA...

Nenhum comentário:

Postar um comentário